sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

O Meu Corpo Sente, O Mundo Sente, Tudo Sente

O meu corpo sente toda o uma tristeza em seu redor, todos os risos escandalosos que os meus ouvidos ouviam, tornaram'se agora em choros e suspiros de uma simples vida monótona, os meus olhos já não transmitem imagens com cor, tudo está a "preto e branco", já não sinto o cheiro fresco das manhãs quando todas as flores e todos os animais "acordam", tudo isto estancou por momentos, o mundo está triste, eu estou triste, tudo está a sofrer uma tremenda alteração. De geração em geração tudo vai ficando mais seca, tudo mais monótono, as pessoas ja nao tem prazer no decorrer do dia so pensam que estão a ficar velhos, que têm de ir para casa cuidar dos filhos, tratar da casa, que não têm dinheiro até ao final do mês, etc... Até as crianças já encaram a realidade da vida, já sofrem as consequências, já não se conseguem fechar no seu mundo onde tudo é um sonhi, uma fantasia, isto é triste. As pessoas já não saem, já não se divertem, já não têm paciência para cá andar, já não encaram a vida como uma tarefa a completar, e sim que são apenas mais umas das que cá andam sem nada a fazer.
Tudo está péssimo, tudo tem de ser alterado!